domingo, 15 de novembro de 2009

Zico


Zico foi o maior camisa 10 que eu vi jogar, levando-se em conta que eu nasci na "Era Pelé", porém meu entendimento pelo futebol veio quando eu tinha 11 anos de idade, no início dos anos 1980, quando o "Rei do futebol" já havia pendurado as chuteiras.

Acredito que a própria imprensa esportiva deva achar que Zico foi de fato o maior camisa 10 após a "Era Pelé". Zico foi bom exemplo dentro e fora de campo. É difícil encontrar escândalos e polêmicas envolvendo o "Galinho de Quintino". Zico preservava a sua privacidade familiar como ninguém.

Na primeira metade dos anos 1980, o Flamengo vivia o melhor momento da sua existência, era uma verdadeira "máquina de futebol", e Zico era a grande estrela do time, que ainda contava com Júnior, Leandro, Adílio, Nunes entre outros. Gostava de ver o Flamengo jogar, apesar de eu ser gremista. Contudo eu detestava a torcida, achava muito arrogante fora que a Globo puxava o "saco" do rubro-negro carioca.

Zico rivalizava-se com Maradona, que estava começando a ascender no futebol internacional, quando ainda jogava no Boca Júniors. Muitos talvez achem que o Maradona foi melhor do que Zico, e acho que o fato do astro argentino ter ganho uma Copa do Mundo, pese muito na "balança". Mas acredito piamente que se o Brasil tivesse conquistado a Copa do Mundo de 1982 - pra mim a melhor seleção brasileira que vi jogar - Zico seria hoje melhor do que Maradona. Ao menos como exemplo de caráter, Zico foi melhor. Aliás, aquele mundial foi uma das maiores injustiças da história do futebol.

Mas segue aí uma singela homenagem ao "Camisa 10 da Gávea".

Nenhum comentário:

Postar um comentário